CATALOG OF ORIGINAL DESCRIPTIONS: Globotruncana campbelli Petri 1962

This page provides data from the catalog of type descriptions. The catalog is sorted alphabetically. Use the current identification link to go back to the main database.


Higher levels: pf_cat -> G -> Globotruncana -> Globotruncana campbelli
Other pages this level: << < G. arcaformis, G. aspera, G. asymetrica, G. atlantica, G. aturica, G. azerbaidjanica, G. bahijae, G. bollii, G. bulloides naussi, G. calcarata, G. calcarata arcata, G. calcarata primitiva, G. calcarata retardata, G. caliciformis sarmientoi, G. caliciformis trinidadensis, G. campbelli, G. canaliculata ventricosa, G. carpathica, G. carteri, G. churchi, G. citae, G. coldreriensis, G. concavata cyrenaica, G. conica, G. conica plicata, G. contusa galeoidis, G. contusa patelliformis, G. contusa scutilla, G. contusa witwickae, G. convexa, G. culverensis> >>

Globotruncana campbelli

Citation: Globotruncana campbelli Petri 1962
Rank: Species
Type specimens: XIX, fig. 3
Described on page(s) : 126-7

Current identification/main database link: Globotruncana bulloides Vogler, 1941


Original Description
Testa trocoide, biconvexa, deprimida. Cêrca de 3 voltas do corpo visíveis no lado dorsal; lado ventral in­ voluto. Periferia lobulada, dotada de duas carenas paralelas, colocadas em uma banda periferal relativamente larga. Umbi­ lico pequeno, raso. Quatro a cinco câmaras, aumentando rá­ pidamente de tamanho, formam a última volta do corpo. Elas são globulares e infladas. Suturas no lado ventral deprimidas, radialmente dispostas. No lado ventral existem traços de uma sutura espiral elevada somente na borda interna da última câ­ mara. No lado dorsal as suturas são elevadas, dispostas, contudo, no fundo da depressão formada pelo intumescimento das câmaras. Superfície da testa um tanto rugosa pelo aparecimen­ to de papilas salientes.

Size: Espécime figurado: diâ­metros 0,48 mm e 0,39 mm; espessura 0,24 mm.

Extra details from original publication
Material — 30 exemplares.

Observações — Esta é uma espécie “globigeriniforme” de Globotruncana. Como salientou Gandolfi (1955, p. 87-89) a “globigerinização” de globotruncanas deve ter ocorrido diver­ sas vezes no Cretáceo, do Campaniano (ou Santoniano) ao Maestrichtiano.

A nossa espécie lembra G. globigerinoides Brotzen pelas câmaras infladas, “globigeriniformes” Contudo, difere pelo menor número de câmaras que aumentam mais bruscamente. Difere de G. mariai (Marie) Gandolfi, também pelo menor nú­ mero de câmaras, que aumentam mais bruscamente e pela dis­ posição menos oblíqua das carenas.

A espécie brasileira talvez seja aparentada com G. mar­ginata (Reuss), principalmente a subespécie austinensis Gan­dolfi. Como esta subespécie, possui as câmaras infladas, au­ mentando bruscamente de tamanho, e a superfície um tanto rugosa. As suturas, contudo, em nossos exemplares, são depri­ midas e não elevadas como naquela subespécie.

A forma descrita por Weiss (1955, p. 307, est. 1 fig. 3-5) como G. lapparenti Brotzen bulloides Vogler, proveniente do Senoniano do Peru, lembra a nossa espécie pelo número de câ­ maras por volta da testa, que aumentam bruscamente; contudo, ela parece ser mais deprimida e as suturas no lado ventral, são elevadas.

Ocorrência — Esta espécie é comum no afloramento da For­mação Calumbi no km 438 da Viação Férrea Federal Leste Bra­ sileiro (Al) e na sondagem Itatig 1, intervalo 103-114 m.

References:

Petri, S. (1962). Foraminiferos Cretaceous de Sergipe. Boletim da Faculdade de Filosofia Ciências e Letras, Universidade de São Paulo, Geologia. 265(20): 1-140. gs


logo

Globotruncana campbelli compiled by the pforams@mikrotax project team viewed: 30-7-2021

Taxon Search:
Advanced Search

Short stable page link: https://mikrotax.org/pforams/index.php?id=131391 Go to Archive.is to create a permanent copy of this page - citation notes



Comments (0)

No comments yet on this page. Please do add comments if you spot any problems, or have information to share

Add Comment

* Required information
1000
Captcha Image
Powered by Commentics